Bem-vindos!

Olá pessoal, fiqueim à vontade para comentar e dar sugestões ao nosso blog!

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

A copa do mundo - 1930 à 2010, muita coisa aconteceu..

Aqui teremos um pequeno resumo da história da copa do ano de 1930 até os dias de hoje. Leiam é interessante :)
O ano de 1930 representou o nascimento do futebol mundial porque no Uruguai foi realizada a primeira edição da Copa do Mundo da FIFA.
O torneio foi disputado por apenas 13 equipes — quatro da Europa, sete da América do Sul e duas da América do Norte. Todas elas participaram da competição a convite, já que não houve eliminatórias. Os grupos foram sorteados somente após a chegada de todos os selecionados ao Uruguai. Os anfitriões uruguaios levaram a melhor, erguendo pela primeira vez o cobiçado troféu, à época chamado de "Victoire aux Ailes d'Or" ou simplesmente Taça do Mundo.

Quatro anos mais tarde, na Itália, o interesse pelo torneio seria muito maior. A segunda edição da Copa do Mundo da FIFA foi na Itália e mais uma vez, o país anfitrião conquistou o título.

A terceira edição da Copa do Mundo da FIFA aconteceu em 1938 na França e, de cara, todos se perguntavam se também desta vez a equipe da casa levaria a melhor. Mas não. É bem verdade que os anfitriões conseguiram chegar às quartas de final, mas foi só. A Itália destruiu os sonhos franceses e, não bastasse isso, a Squadra Azzurra se sagrou bicampeã mundial em 19 de junho de 1938, tornando-se definitivamente uma das potências do futebol mundial.

Por causa da Segunda Guerra Mundial, uma nova edição do torneio mais importante do planeta só se realizaria em 1950. Consta que durante toda a guerra o vice-presidente da FIFA, o italiano Ottorino Barassi, teria escondido o troféu em uma caixa de sapatos debaixo da sua cama. Em homenagem ao presidente da FIFA, Jules Rimet, que não mediu esforços para manter vivo o espírito do futebol durante os anos da guerra, o troféu passou a ser chamado Taça Jules Rimet.

Em 1950, mais uma vez apenas 13 seleções marcaram presença no Brasil. Depois de uma etapa classificatória, a fase final acabou sendo disputada por Brasil, Suécia, Espanha e Uruguai. Bastava um empate para a Seleção se tornar campeã mundial, mas o Uruguai virou em cima do Brasil e venceu o jogo em pleno Maracanã por 2 a 1 diante de um público oficial registrado em 199.954 pessoas. Foi uma das maiores zebras da história da Copa do Mundo FIFA.

A segunda grande surpresa aconteceria quatro anos mais tarde com "O Milagre de Berna", ou seja, o triunfo da Alemanha Ocidental na Suíça em 1954, quando a equipe comandada pelo lendário técnico alemão Sepp Herberger derrotou a poderosa Hungria por 3 a 2. Foi também a primeira vez na história do futebol que todos os jogadores ostentavam um número nas suas camisas.

A Copa do Mundo da FIFA 1954 foi um sucesso até então inigualado. O recorde de participantes durante a fase eliminatória foi batido. Pela primeira vez se inscreveram no torneio equipes da Ásia, como Japão e Coreia do Sul, sem esquecer a África, que se fez representar com a seleção do Egito. Dezesseis nações chegaram à competição na Suíça, três a mais do que no Brasil.

A competição de 1958, na Suécia, revelou um garoto de 17 anos chamado Pelé que ajudou o Brasil a conquistar a Taça Jules Rimet pela primeira vez. O francês Just Fontaine marcou 13 gols, um recorde que permanece até hoje. Brasil e Inglaterra se encontraram pela primeira vez em uma edição da Copa do Mundo da FIFA e protagonizaram o primeiro empate sem gols da história do torneio. Também pela primeira vez, os jogos receberam cobertura televisiva internacional, embora não nos países do Leste Europeu, cujo sistema era incompatível.
Quatro anos mais tarde o Brasil se tornaria bicampeão no Chile antes que, em 1966, novamente um país anfitrião conquistasse o título. A Inglaterra, nação que deu origem ao futebol, finalmente levantava a taça.
Em 1970, os brasileiros, artistas da bola, festejaram o seu terceiro triunfo e ganharam a posse definitiva da Taça Jules Rimet. A grande novidade do torneio realizado no México foi a transmissão em cores para o mundo todo. Pela primeira vez na história do torneio nenhum jogador foi expulso. Substituições passaram a ser permitidas e foi introduzida a aplicação dos cartões amarelo e vermelho.
Em 1974, a Alemanha conquistou em casa a nova Taça do Mundo FIFA. A Holanda impregnou o torneio com o seu carrossel mágico e o futebol total, com destaques para os craques Johan Cruyff e Johan Neeskens.
Uma grande nação do futebol, até então pouco citada, daria a volta por cima em 1978. A Argentina não apenas recebeu as melhores seleções do mundo como pôde, finalmente, festejar o seu tão esperado primeiro título mundial. Quatro anos mais tarde, 24 países compareceram à edição da Espanha, mas a Holanda, vice-campeã em 1974 e 1978, não se classificou.

O que Pelé é para o Brasil, sem dúvida nenhuma, Diego Maradona é para a Argentina. Foi ele quem levou a Albiceleste ao seu segundo título em 1986 no México e para a grande final de 1990 na Itália, novamente contra a Alemanha. Foi a seleção alemã que, sob o comando de Franz Beckenbauer, conquistou o tricampeonato, como já haviam feito anteriormente o Brasil e a Itália. Em 1990, a Argentina foi a primeira equipe a não marcar gols e a ter jogadores expulsos em uma decisão de Copa do Mundo da FIFA.

Os recordes foram sendo quebrados nos anos seguintes: a 16ª edição da Copa do Mundo da FIFA, em 1998 na França, foi até então o maior torneio de todos os tempos. Participaram da competição 32 países e foram realizadas 64 partidas. O craque do torneio foi Zinedine Zidane, que deu à França o primeiro título mundial do país com uma vitória sobre o Brasil na decisão.

Graças ao pentacampeonato conquistado na edição da Coreia do Sul e do Japão em 2002, o Brasil pode afirmar que é o único país do mundo a ter levantado a taça em todos os continentes onde o torneio foi disputado. Em 2006, a Itália derrotou a anfitriã Alemanha na semifinal e foi a Berlim disputar a decisão com a França. Após a cobrança de pênaltis, os italianos acabaram vencendo e conquistando o seu quarto título.

E em 2010? Foi a vez da Copa acontecer num país pouco provável mas que ama o futebol, a África! Foi um espetáculo de alegria e organização. Zebras aconteceram, Brasil eliminado nas quartas de final, Argentina perdendo para Alemanha de goleada e por fim, Alemanha perdendo para Holanda, que foi para a final. 

O melhor, sempre ganha! isso é fato não é?

No momento, os olhos se direcionam para o país mais tropical e alegre e que ama o futebol. Alguém adivinha qual país cediará a Copa do Mundo de 2014?
Acertou quem disse BRASIL! Até a próxima postagem pessoal e espero que tenham gostado do post.

beijos a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário